• Camila Magalhães

BATE-PAPO DISCUTE PRIMEIROS PASSOS PARA TIRAR UMA IDEIA DO PAPEL

Encontro promovido pela EI! Comunidade de Empreendedorismo em 5 de setembro terá conversa sobre perfil empreendedor, relacionamento entre sócios, planejamento, dor de mercado e produto mínimo viável

Estudos apontam que, quando alguém tem uma ideia, existe a probabilidade de ela já ter sido pensada por mais cinco pessoas ao redor do planeta. Por isso, não basta ter aquela ideia inovadora, para que ela se transforme em negócio. É preciso muito trabalho, capacidade de execução e planejamento.


Para ajudar os empreendedores e quem pretende empreender em Brasília, a EI! Comunidade de Empreendedorismo e Inovação, da Fundação Assis Chateaubriand, promove um bate-papo sobre como tirar uma ideia do papel, na próxima terça-feira (5/9), às 19h30, no Espaço Chatô. Clique aqui para fazer sua inscrição.


A convidada para conduzir essa conversa na segunda edição do EI! Explore é Mariana Nogueira, diretora da First Aid Foundation, representante da aceleradora de startups Techmall e consultora do Sebrae em gestão da qualidade, gestão de excelência, inovação, startups e impacto social.


Qual é a dor do cliente?


“Vamos conversar sobre os primeiros passos a seguir para tirar uma ideia no papel, o que serve para aqueles que desejam abrir uma empresa ou startup. A ideia é falar sobre a questão societária, validação da dor de mercado. Faço uma brincadeira com o exemplo de vender lenços. Antes de começar a produzir, a pessoa tem que saber se os outros choram, por que choram e quanto choram. Se não existe dor, o mercado não vai comprar”, observa Mariana Nogueira.


Outra questão importante, na avaliação da especialista, é saber se o mercado realmente quer o seu produto. “Por isso, vamos abordar o produto mínimo viável (sigla em inglês: MVP). Vamos supor que tenha uma ideia de plataforma on-line de cursos. Antes de você contratar alguém para produzir a plataforma, que vai custar caro e levar tempo, você vai fazer o produto mínimo viável, criar uma página, testar, fazer as pessoas entrarem e comprarem, detectar as dificuldades do usuário, o que gostou e não gostou, layout etc”, explica.


A dica de Mariana é fazer tudo isso antes de começar a gastar dinheiro, abrir a empresa, criar um CNPJ. “Se você sai produzindo antes, vai gastar um dinheiro e pode descobrir lá na frente que os consumidores não gostaram.”


O preço do ingresso, é o participante que escolhe

Para se inscrever, basta entrar aqui no link, preencher os dados do participante e definir o valor a pagar. A proposta colaborativa serve para a construção da comunidade EI! e viabiliza a realização de mais eventos como esse.


Ei! Explore – Primeiros passos para tirar sua ideia do papel


EI! Explore é uma série de encontros realizada pela EI! Comunidade de Empreendedorismo e Inovação, da Fundação Assis Chateaubriand. A proposta é juntar uma galera com atitude empreendedora e colocar em debate temas relevantes para quem pensa de forma criativa e acredita no potencial inovador de Brasília.


Quando? 5 de setembro (terça-feira), 19h30

Onde? Espaço Chatô, sede do Correio Braziliense (SIG Quadra 2 lote 340)


Informações para a imprensa

Telefone: (61) 3214-1059

E-mail: ascom@facbrasil.org.br


Acompanhe as novidades em nossas redes sociais:

www.facebook.com/fundacaoassischateaubriand

www.twitter.com/FAChateaubriand

www.linkedin.com/company/fundação-assis-chateaubriand



#Escola #Escrever #Caneta

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo